Remineralizadores: O que são e qual sua importância.

Os remineralizadores tem um papel muito importante para a agricultura brasileira, não é a toa que o Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) realizou uma série de palestras e mesas redondas sobre este tema em fevereiro de 2021.

Dessa forma, o SGB contribui diretamente com o uso de remineralizadores através de pesquisas e projetos que buscam áreas potenciais fornecedoras de insumos e materiais rochosos. Se você deseja entender mais sobre esse tema, recomendamos que leia o conteúdo até o final.


O que são remineralizadores?

Os remineralizadores de solo ou pós de rocha, são insumos estratégicos que fazem com que ocorra uma maior disponibilização de nutrientes de plantas fixados ao solo, sendo utilizados inclusive para repor alguns macro e micronutrientes para as plantas.

O uso deles é basicamente uma alternativa para fazer com que a adubação e os nutrientes em uma área que antes era escassa possa ter um bom potencial, sendo eles materiais de origem mineral que são expostos a processos mecânicos de redução e classificação de tamanho das suas partículas.

Remineralizadores de solo: Economia para o produtor e produtividade na  lavoura | Revista Campo & Negócios

Principais remineralizadores

Os principais remineralizadores podem ser divididos em:

Macronutrientes, sendo aqueles fundamentais para o metabolismo e desenvolvimento das plantas, absorvidos em maior quantidade. Eles são os elementos: P, K, S, Ca e MG.

Micronutrientes, podendo ser subdivididos em benéficos e em essenciais:

  • Essenciais: B, Cl, Cu, Fe, Mg, Mo e Zn;
  • Benéficos: Na, Co, Si, Ni Se e V.

Os micronutrientes são elementos traços, que embora necessários para o desenvolvimento das plantas, a absorção ocorre em quantidade relativamente pequenas.

Além disso, existem também os condicionadores, que são características físicas e/ou químicas que melhoram a capacidade agrícola do solo, elas são:

  • Correção de pH;
  • Correções estruturais (aeração e drenagem);
  • Condições de proteção (técnicas de cobertura).

Como se encontram áreas que possuem remineralizadores?

Para a prospecção de áreas que possuem remineralizadores, é feito um levantamento bibliográfico, são definidas as unidades de interesse agrogeológico e é realizado o levantamento de minerações, lavras e garimpos.

Após isso, na fase de campo são coletadas amostras de rocha, amostras cominuídas, amostras de polpa e amostras de ensaio agronômico. Podem ser feitas análises de teste do fósforomolibidato, análise litoquímica, análise petrografica e difratometria de Raio-X.


Vantagens e desvantagens do uso de remineralizadores

Suas principais vantagens estão relacionadas ao aumento da eficiência do aproveitamento dos nutrientes pelas plantas, a melhoria do solo e de sua atividade biológica. Já suas limitações estão relacionadas aos custos de produção, a distância do transporte dos remineralizadores para a área agrícola, a limitação logística.


Por que os remineralizadores são importantes?

Os remineralizadores são extremamente importantes, pois o Brasil depende da importação de cerca de 90% do potássio, 70% do nitrogênio e 50% do fósforo, sendo os principais insumos utilizados para a fertilização das lavouras na agricultura do país. Além de trazer benefícios econômicos relacionados ao reaproveitamento de subprodutos da mineração.

O O Grupo Interinstitucional Remineralizadores (GT – Remineralizadores), que existe desde 2010, é um grupo multidisciplinar e que congrega representantes de diversas instituições: Ministério de Minas e Energia – MME, Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral – SGM; Secretaria de Departamento de Transformação e Tecnologia Mineral – DTTM; Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações – MCTI; Secretaria de Empreendedorismo e Inovação – SEMPI, – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, Serviço Geológico do Brasil – CPRM, Centro de Tecnologia Mineral – CETEM; Universidade de Brasília – UnB e Universidade Federal de Catalão – UFG  que discute o tema.

Se você deseja acompanhar este e outros conteúdos, continue acessando o nosso blog e se inscreva na nossa newsletter!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.