Pegmatitos: saiba quais seus tipos e qual a sua importância econômica.

Pegmatitos são rochas ígneas, normalmente granitoides que ocorrem emveios e/ou diques ou em massas de contatos irregulares, com minerais que tendem a ocorrer em grandes dimensões, sendo elas centimétricas a decimétricas.

Outra definição possível, segundo Jahns (1955), é que pegmatitos são rochas holocristalinas que apresentam, em pelo menos uma parte, granulação muito grosseira, contendo como principais minerais aqueles encontrados em rochas ígneas comuns, mas com extremas variações em relação ao tamanho dos grãos.

Em relação a sua morfologia, eles são encontrados numa faixa relativamente ampla de profundidade, sendo mais comuns em terrenos erodidos de alto a moderado grau metamórfico, muitos sendo encontrados nas margens de grandesi intrusões graníticas.

pegmatitos
pegmatito dos tonhos (Ceará)

Tipos de pegmatito

Os pegmatitos podem ser dividiso em três tipos, sendo eles o homogêneo, o heterogêneo e o misto.

  • O pegmatito homogêneo apresenta minerais essenciais como o quartzo, o feldspato e a mica, possui forma tabular ou dômica e com a granulometria variando entre centimétrica e decimétrica.
  • O pegmatito heterogêneo possui variação na sua forma, podendo ser lenticular, arredondado ou em forma de disco achatado. Ele comumemente apresenta 4 zonas dispostas de forma concêntrica, sendo elas: Zona 1: com espessura inferior a 1 metro e presença de muscovita ; Zona 2: tem a mesma composição do pegmatito homogêneo e corresponde a maior parte do pegmatito heterogêneo ; Zona 3: presença de turmalina, granada, microclina pertitica, berilo e espodumênio ; Zona 4: constituída de um núcleo de quartzo maciço, com minerais acessórios ocorrendo junto com ele. A origem dessas quatro zonas são atribuidas a cristalização essencial de um único fluido com injeções repetidas de fluidos com diferentes composições ou cristalização do melt silicático e fluído aquoso formado posteriormente. Alguns dos principais depósitos do mundo desse tipo de pegmatito são: Kings Mountain Pegmatite (EUA), Greenbushes (Australia), Bikita (Zimbábue), Fregeneda-Almenda (Portugal), Jiajika (China).
  • Pegmatitos mistos: são intermediários, entre homogêneo e heterogêno e apresentam bolsões de quartzo ao invés de núcleos individualizados.
tipos de pegmatito

Em relação a morfologia dos pegmatitos de uma maneira geral, sua espessura pode ir de centímetros até centenas de metros, ficando a maioria restrita até os 30 metros, seu comprimento é muito variável e a maioria possui uma relação de comprimento até mil vezes maior que a largura e sua profundidade pode ir até 700 metros, mas a maioria é lavrado apenas até os 80 metros.

Cabe ressaltar que a rocha encaixante vai influenciar diretamente na sua forma, havendo um predôminio na ocorrência de maneira tabular dos pegmatitos, sendo eles:

  • Quando associados a granitos podem ocorrer como corpos tabulares, irregulares ou ramificados;
  • Quando associados a mica xistos ocorrem de maneira lenticular ao longo da xistosidade;
  • Quando associados a quartzitos e gnaisses ocorrem como corpos tabulares e ramificados.

Modelos de evolução de pegmatitos

Os modelos de evolução de pegmatitos segundo Cerny 1982 são:

  • Pegmatitos abissais: se apresentando como corpos autótecnes derivados de zonas metamórficas de alto grau, geralmente enriquecidos em U, Th, Nb, Ti, Zr e ETR;
  • Pegmatitos moscovíticos: se apresentam encaixados em mica xisotos originados por anetexia ou fraturamento restrito de granitos, podendo ter berilo, columbita, ETR, U e Th.
  • Pegmatitos portadores de elementos raros: são gerados a partir do fracionamento de granitos alóctones, encaixados em metamorfismos de médio grau. Apresenta diversos elementos, como Li, Rb, Be, Nb, Ta, entre outros
  • Pegmatitos miarolíticos: são gerados confinados em cúpulas de granitos alóctones, sendo sub vulcânicos e preenchendo fraturas e bolsões do próprio granito.

Importância econômica dos pegmatitos

Os pegmatitos possuem uma elevada importância economica, principalmente devido a variedade de minerais que podem ser gerados nesse tipo de depósito, sendo eles:

  • Minerais industriais: como feldspato, caulim, mica, minerais de lítio;
  • Minerais minério: principalmente elementos raros, como nióbio, tantalo, estanho, urânio, césio, ETRs, entre outros;
  • Minerais gemológicos: como turmalina, berilo, espodumênio, etc.

Prospecção de pegmatitos

A prospecção de pegmatitos geralmente ocorre da seguinte forma

  1. Definição da zonalidade
    É feita a petrografia detalhada das zonas, a composição mineral percentual de cada zona, usando malhas e trena e é estimado o volume.
  2. Amostragem
    São coletadas até 10 amostras de cada mineral para cada zona em locais representativos. São selecionadas frações monominerálicas sob lupa binocular, é feita a análise dos metais raros e alcalinos em cada fração monominerálica
  3. Análises químicas
    As análises químicas que podem ser feitas são: fluorescência RX, Espectofotometria, para Li, Na, K, Rb, Cs, Ca, Mn, Mg, Be, Sr, Pb, Cs. E ensaio de queima para minerais cerâmicos.
  4. Mineralogia
    Realiza-se a descrição e o mapeamento da mineralogia de cada zona
  5. Mapeamento de detalhe
    Podem ser realizadas as seguintes investigações: poços, trincheiras, galerias, sondagem, geofísica e topografia.

Agora que você já sabe mais sobre os pegmatitos, se quiser contar com geólogos experientes na prospecção mineral deste e de outros tipos de depósitos minerais, entre em contato conosco!

Referência: http://www.geoturismobrasil.com/Material%20didatico/08%20-%20geologia%20pegmatitos.pdf

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.