Skip to main content
Sondagem geoelétrica: entenda o que é e para que serve
20/02/2023
• Atualizado em 12/03/2024
4 minutos para ler

Sondagem geoelétrica: entenda o que é e para que serve

A sondagem geoelétrica é um tipo de sondagem geofísica que pode medir correntes elétricas, campos elétricos e campos magnéticos na superfície do solo, a depender do método e da técnica que vão ser utilizados.

Dessa forma, ela possui uma série de aplicações em diferentes objetivos de estudos, já que existem uma gama de possibilidades de métodos, técnicas e arranjos que podem ser executados, inclusive de maneira em conjunto para se realizar um estudo integrado da área. Para saber mais, leia até o fim!

Sondagem geoelétrica e sua classificação

A sondagem geoelétrica pode ser feita de diversas maneiras e podem ser classificadas da seguinte forma:

  • Método: associado à fonte do campo que vai ser medido (elétrico ou eletromagnético)
  • Técnica: associada ao procedimentos e equipamentos que vão ser aplicados os métodos, podendo ser: eletrorresistividade, magnetotelúrico (MT), eletromagnética no domínio tempo (TDEM), perfilagem de poços.
  • Arranjo: associado a configuração da medição, podendo ser, dipolo-dipolo Schlumberger, Wenner, entre outros.

Resultado da sondagem geoelétrica

A sondagem geoelétrica, independente do método, do arranjo e da técnica a ser utilizada, possui como resultado, após o tratamento e processamento dos dados obtidos, uma curva de resistividade aparente, que vai definir a resistividade em cada camada do solo de onde o estudo foi realizado.

Para chegar nesse resultado é necessário realizar a modelagem geoelétrica, pode ser feita em 1D, 2D ou 3D. Projetos de aterramentos de plantas de geração de energias (hidroelétricas, parques eólicos e fotovoltaicos) necessitam de modelos de solo mais profundos, da ordem de centenas de metros, que podem ser obtidos combinando técnicas de eletrorresistividade com sondagens eletromagnéticas (AMT ou TDEM).

As diferentes técnicas possuem distantas aplicações e por isso é necessário ter uma equipe de geológos e/ou geofísicos experientes, que possam definir qual o melhor método a ser empregado para aquele determinado estudo em específico, pois cada método tem sua característica principal.

sondagem geoelétrica

Sondagem Elétrica Vertical (SEV)

Para a resistividade de solo e a ABNT NBR 7117, é realizada a sondagem elétrica vertical (SEV), que é um método de investigação geofísica que consiste na injeção da corrente no solo através de dois eletrodos para medir a diferença de potencial entre outros dois. Dessa maneira, a SEV vai medir a variação da resistividade de um ponto até uma determinada profundidade. Ela possui vários tipos de arranjos que podem ser executados, a depender do objetivo do estudo e pode ser aplicada a:

  • Determinação da espessura das camadas litológicas;
  • Determinação da profundidade do topo do embasamento cristalino;
  • Definição do nível do lençol freático;
  • Parametrização do perfil de um poço já construído;
  • Ensaio de resistividade do solo.

Se você precisa realizar uma sondagem geoelétrica, entre contato conosco e solicite um orçamento gratuito.

Comments (1)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados
Sísmica de refração: entenda o que é e suas principais aplicações.

Sísmica de refração: entenda o que é e suas principais aplicações.

Geofísica Aplicada à Prospecção e Pesquisa Mineral

Geofísica Aplicada à Prospecção e Pesquisa Mineral

Georadar: entenda o que é e como funciona

Georadar: entenda o que é e como funciona

Métodos geofísicos aplicados a energia renovável: conheça mais sobre

Métodos geofísicos aplicados a energia renovável: conheça mais sobre