Introdução

Poços de monitoramento, diferente dos poços artesianos, não servem para extrair água que será usada para consumo humano, mas sim para ser analisada em um laboratório.

Nos últimos anos, o Brasil vem melhorando seu sistema de monitoramento ambiental para atender não só a qualidade de vida das pessoas, mas também para atender tratados internacionais que possibilitam oportunidades de comércio.

A necessidade de um poço de monitoramento varia de estado para estado e no artigo de hoje veremos quais são as ocasiões mais comuns em que o monitoramento de águas subterrâneas se faz necessário.

Quais situações requerem a instalação de poços de monitoramento?

Os poços de monitoramento são usados para colher a água de aquíferos em áreas que podem ser contaminadas por causa de algum empreendimento ou que já estão contaminadas.

A necessidade da instalação de poços de monitoramento durante o licenciamento ambiental varia de acordo com a legislação do Estado (quando houver agência reguladora) e obedece a legislação nacional, regulada pelo IBAMA.

Dentre os empreendimentos, privados ou públicos, podemos citar postos de gasolina, indústrias diversas, estações de tratamento, grandes oficinas de fábricas e quaisquer outros negócios que produzem ou usam substância de alto potencial de contaminação do nível freático.

Como dito anteriormente, a necessidade depende da legislação nacional (IBAMA) e do estado (como a SEMACE, no Ceará, CETESB, em São Paulo, INEMA, na Bahia etc.). Por isso, além de realizar a consulta nas normas expedidas pelo IBAMA, vale a pena também consultar as normas de seu estado.

Outra ocasião em que o monitoramento por poços se faz necessária é quando o aquífero ou o solo foram previamente contaminados, já que a legislação ambiental como conhecemos hoje é relativamente nova, fazendo com que o proprietário seja o responsável pelo monitoramento e remediação.

Quem pode construir poços de monitoramento?

As mesmas empresas capacitadas em construção de poços artesianos nem sempre possuem experiência na construção de poços de monitoramento, já que os dois tipos são bem diferentes. As principais diferenças estão no método de perfuração e completação dos poços.

A GeoScan Geologia e Geofísica é uma dessas empresas capacitadas e experientes quando o assunto é a instalação de poços, contando com pessoal e ferramentas próprias para realizar os estudos e a instalação dos poços.

26 de dezembro de 2018