Recursos Minerais: Entenda mais sobre

A história da humanidade está muito relacionada a utilização de recursos retirados da natureza. Sem a utilização de minerais, da água, do ar, dos solos e de recursos energéticos, não teríamos como nos desenvolver tecnologicamente. Dessa forma, os recursos minerais é uma das classificações aplicadas aos recursos naturais.

De uma maneira geral, os recursos minerais representam desde porções relativamente restritas até grandes massas de crosta terrestre onde a própria rocha ou os minerais presentes nela, possuem alguma utilização prática, se você quer saber mais sobre este tema, continue lendo este conteúdo.

Tipos de recursos minerais

Os recursos minerais, essencialmente não renováveis, podem ser classificados de acordo com as propriedades dos materiais e a utilização deles. Eles geralmente são subdivididos em duas grandes classes, sendo compostas pelos recursos metálicos e os recursos não metálicos.

Os recursos minerais metálicos compõe os ferrosos e não ferrosos e contém elementos químicos isolados em compostos que apresentam propriedades maleáveis, ductéis, de fusão, condutividade térmica, entre outras, sendo bastante utilizados pelas indústrias.

Um dos principais exemplos nesse caso são:

  • Ferro
  • Manganês
  • Cobre
  • Zinco
  • Ouro
  • Prata
  • Entre outros.

Recursos não metálicos

Os recursos minerais não metálicos incluem todos os outros, sendo aqueles utilizados pela indústria química, para alimentos, fertilizantes, fármacos, cosméticos e outros, na industria cível e também, numa concepção mais ampla, até mesmo a água ou diferentes tipos de solos.

Entre os principais estão:

Recursos e reservas minerais

Em relação ao aproveitamento econômico dos recursos minerais, eles podem ser dividiso em diferentes classes, de acordo com o volume de rocha e o grau de conhecimento geológico, técnico e econômico deles. Um dos principais modelos utilizados é o Jorc Code, onde a reserva mineral é uma parte do recurso mineral, que representa volumes de rochas com algumas características que indicam seu aproveitamento econômico.

Já o recurso mineral pode ser dividido em três classe, sendo elas, inferida, indica e medida, na ordem em que elas estão, elas vão indicar o conhecimento geológico, econômico e a confiabilidade nos dados crescente sobre aquele determinado depósito.

Os recursos minerais medidos podem ser também sudidvidos em diferentes categorias, sendo elas a reserva provada e a reserva provável. A figura abaixo mostra um organograma que explica toda essa divisão.

Como Definir e Reportar Recursos e Reservas Minerais
Fonte: ADIMB

Com todo o estudo feito sobre um recursos mineral, ele pode ser chamado de depósito mineral, que é uma massa ou volume de rocha onde substâncias minerais ou químicas possuem concentração anômala com quantidade suficiente para que haja um potencial mineral econômico.

Quanto maior o teor de um determinado minério ou substância química, mais valioso costuma ser o depósito, pois a maioria deles acabam passando por vários processos de beneficiamento mineral, para que eles possam ser vendidos posteriormente.

Todo o processo de beneficiamento visa eliminar impurezas e em algumas vezes aumentar a concentração de minério para fazer com que o produto seja vendido a um preço maior. A identificação desse tipo de depósito começa com os trabalhos iniciais de pesquisa mineral, quando eles indicam alguma ocorrência, a partir disso, estudos mais detalhados podem ser realizados para investigar se há realmente um potencial mineral ou não.

Se você gostou desse conteúdo e conseguiu aprender mais sobre como são divididos os recursos minerais e sobre reservas minerais, assine nossa newsletter e continue acompanhando os textos do nosso blog!

2 Comentários

  1. Avatar

    Gostei da matéria quero muito me interar nessa matéria oque faço??

    1. Olá David, recomendo continuar vendo os textos do nosso blog!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.