Perdi meu veio de minério

Introdução

Primeiramente, é importante ressaltar que ser auxiliado por um consultor ou uma empresa de consultoria com expertise em mineração desde o início da pesquisa mineral é extremamente importante.

Caso você não tenha esse auxilio e tenha descoberto por acaso seu filão/veio de minério e começado a extrair, saiba que existem vários processos legais que devem ser realizados antes da extração do minério.

O primeiro deles é o requerimento de pesquisa mineral, que é uma solicitação por parte do empreendedor para a Agência Nacional de Mineração (ANM) para poder realizar a pesquisa naquela determinada área. Cabe ressaltar que existem algumas regiões onde é proibida a extração mineral. Para saber mais sobre esse primeiro passo, você pode conferir nosso e-book sobre requerimento mineral clicando aqui.

Encontrando meu veio de minério

Partindo do pressuposto que você já possui todos os documentos legais e já realizou todos os processos necessários para poder extrair seu minério, iremos explicar sobre dois procedimentos que se utilizados em conjunto possibilitam grandes chances de encontrar o veio que foi perdido.

Passo 1: Mapeamento Geológico

É extremamente importante nesse momento realizar um mapeamento da área onde você está realizando a extração do minério, pois podem existir outros locais no terreno onde este ocorre e, principalmente, caso sua forma de ocorrência seja em veios, o minério provavelmente estará associado a falhas e fraturas, que podem ser mapeadas em superfície para melhor compreender a direção de prolongamento daquele veio e consequentemente do minério.

Mapeamento Geológico

Passo 2: Geofísica

Os veios de minério costumam ter continuidade abaixo da superfície e a geofísica é uma ferramenta que possibilita, por meio das diferentes propriedades físicas das rochas e dos minerais, identificar locais onde exista maior probabilidade de ocorrer aquele determinado minério.

É importante ressaltar que a geofísica possui diversos métodos de aplicação, como eletrorresistividade, polarização induzida, magnetometria, gravimetria, entre outros. O uso destes métodos pode variar de acordo com o contexto geológico em que o minério está inserido (rochas encaixantes), e variam também dependendo do minério que está sendo prospectado.

Além disso, se um determinado minério, como, por exemplo, ouro, ocorrer em duas áreas cujo contexto geológico é diferente, possivelmente serão utilizados diferentes métodos geofísicos para que ele possa ser encontrado.

Geofísica para a prospecção mineral

Conclusão

Como visto anteriormente, o mapeamento geológico é fundamental para se conhecer as estruturas e as rochas que existem na região e serve como base para a utilização da geofísica, que é a principal técnica que pode ser aplicada para encontrar o veio/filão do minério e subsuperficie.

Como dito, existem vários métodos geofísicos, e para que você tenha melhores chances de obter sucesso em encontrar novamente o veio do minério, é importante uma consultoria com expertise na área, que saiba realizar tanto o mapeamento geológico quanto identificar o melhor método geofísico para ser aplicado naquela determinada região.

Acompanhe nosso blog e se inscreva na newsletter para mais conteúdos!

Powered by Rock Convert

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.