O mercado de metais no Brasil

O mercado de metais no Brasil

Saiba mais sobre o mercado de metais no país.

Introdução

Boa parte do PIB brasileiro é gerado pelo mercado de metais e outras substâncias extraídas do meio-ambiente através da atividade mineira.

O Brasil é conhecido mundialmente pela sua ampla produção de ferro e ouro, sendo que a produção de ferro alcança valores de até seiscentos milhões de toneladas anuais.

No post de hoje iremos debater sobre a situação atual do mercado de metais brasileiros e falar um pouco sobre a potencialidade não explorada ainda.

O Brasil no mercado de metais

Em 2017, os metálicos corresponderam a 80% da produção brasileira, destacando-se o cobre, níquel, nióbio, cromo, manganês, ferro e ouro.

A ANM lançou esse ano o anuário minerário, referente a 2018, com ano base em 2017.

Sendo que a produção de cobre vem crescendo graças a novas minas que foram abertas e que estão em vias de abertura.

Embora as principais substâncias sejam muito usadas em diversas indústrias, o ferro está presente em construções, ferramentas de todos os tipos, em automóveis e até em foguetes.

Há também uma série de outras substâncias usadas em setores semelhantes, ainda que não sejam produzidas em larga escala.

É aí que a pesquisa dessas substâncias menores pode ser compensada, mesmo com os altos riscos.

Outro ponto importante é se atentar para épocas de grande desenvolvimento econômico de todos os países, incluindo o Brasil.

Conforme a indústria de outros países se desenvolve, mais substâncias metálicas precisam ser fornecidas, aumentando o preço dessas commodities e viabilizando várias minas ao redor do mundo.

Imagem mostrando metais sendo explorados no Brasil

A potência inexplorada que é o Brasil

O Brasil é um país de proporções continentais e de geologia muito variada, formada por rochas de todas as idades e ambientes de formação.

Embora a fama pela produção de ferro e ouro seja mundialmente reconhecida, ter um país tão diverso e grande faz as pessoas mais atentas a pensarem nas substâncias e depósitos ainda inexplorados por todo o território.

Sendo o Brasil, um país que tem um agronegócio forte e sabendo que as substâncias usadas para a fabricação de insumos precisam ser exportadas, considerar a pesquisa geológica em bacias sedimentares atuais pode ser um bom negócio.

Para que todas essas oportunidades apareçam, é preciso que o país invista em infraestrutura e pesquisas geológicas para esclarecer e apontar para alvos mais claros, reduzindo ainda mais o risco e atraindo todos os investidores.

Conclusão

A geologia do Brasil em detalhe ainda não é conhecida, principalmente em algumas regiões onde esse incentivo ainda não aconteceu ou em áreas mais difíceis de se mapear, portanto, ainda existe muito potencial desconhecido em várias regiões do país.

A Exposibram, que aconteceu em 2019 debateu bastante o futuro da mineração e oportunidades de mercado no país, sendo o principal evento desse ano para esse setor.

Durante o evento, foi perceptível a empolgação de diversos investidores e o incentivo para descobertas de novas jazidas tanto no curto quanto no médio prazo pelo governo.

Se quiser saber mais sobre a mineração no Brasil, acompanhe nosso blog.

Conte conosco
na área de mineração.

CONTATO

Powered by Rock Convert

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.