Geoscan na Exposibram – Confira o melhor do evento

Geoscan na Exposibram – Confira o melhor do evento

Saiba o que de melhor aconteceu na Exposibram de 2019.

Introdução

A Exposibram é considerada uma das maiores exposições de mineração da América Latina e reúne centenas de empresas, órgãos do governo, investidores e empresários para discutir temas atuais e futuros sobre o setor.

Nesse ano, a feira aconteceu em paralelo com o Congresso Brasileiro de Mineração, que contou com uma série de palestras para entender sobre o cenário político, econômico e as tendências futuras nesse mercado.

A Exposibram no ano de 2019 aconteceu em Belo Horizonte, entre os dias 09 e 12 de setembro e movimentou a cidade com diversos expositores tanto nacionais quanto internacionais, essa edição contava com cerca de 430 stands, dos quais englobavam o setor de equipamentos para melhoria de processos na mina, softwares para gestão e automação de processos, consultorias para exploração mineral, entre outros.

Já no Congresso de Mineração, evento que ocorreu em paralelo a feira, vários palestrantes falavam tanto sobre a importância de como a iniciativa privada deve atuar e também sobre como o governo pretende atuar para melhorar as principais deficiências que o setor tem hoje.

Tecnologias e tendências para o setor mineral

As principais tendências vistas tanto na Exposibram, quanto no congresso, foram que softwares, soluções que visam automatizar processos e aumentar a eficiência na operação estarão cada vez mais presentes nas mineradoras.

Várias empresas presentes estavam focadas nestes temas, um dos exemplos é a Hexagon, que mostrou como seu software e seu equipamento de estação automatizada podem cumprir com eficiência e de maneira automática o processo de monitoramento de estruturas.

Através da junção dos dois ela garante que de acordo com o limite estabelecido pelo cliente, o monitoramento de uma determinada estrutura pode ser feito de maneira eficiente, automática e 24 horas por dia nos 7 dias da semana.

Foi notável em diversos stands a presença de simuladores de realidade virtual, onde você poderia dirigir um caminhão para coletar minério, treinando assim o funcionário antes do mesmo ter sua primeira experiência naquele determinado veículo.

Além disso no fórum Brasil – UK sobre gerenciamento de barragens de rejeito, foram mostradas novas tecnologias, principalmente por monitoramento de satélites que podem automatizar e dar eficiência ao processo de monitoramento de barragens.

Entrada da Exposibram 2019

Foco do governo para desenvolver a mineração no Brasil

Diversos representantes governamentais estavam presentes no evento, para falar sobre como o governo pretende atuar no próximo ano, qual seu foco e como ele já está atuando para fazer com que o setor se desenvolva cada vez mais.

Dentre alguns pontos principais, podemos citar o foco na automatização e desburocratização dos processos para a mineração, por meio da estruturação e de uma maior eficiência operacional da ANM (Agência Nacional de Mineração), que foi criada com o foco de unificar e dar maior eficiência nos processos burocráticos.

Uma das principais entregas, está sendo o protocolo digital, que será iniciado a partir do dia 01 de outubro, dessa forma, espera-se que a ANM consiga automatizar esse processo, facilitando tanto o processo dentro do órgão, quanto para o próprio minerador, que poderá protocolar o seu processo em casa, no seu computador.

Além disso, o foco na mineração sustentável foi um dos principais temas abordados, tanto é que na abertura do evento, foi assinado um acordo entre o IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração) e a MAC (Associação de Mineração do Canadá) para que possa haver uma cooperação entre os dois países e para que o Brasil possa se espelhar no Canadá quanto a mineração sustentável

Para finalizar, o governo está com diversos programas que começarão a ser implementados, e neles incluem-se a revisão da mineração em áreas de fronteira e em áreas indígenas, o possível incentivo a iniciativa privada para a realização de parcerias juntamente com o Governo para a extração e prospecção de minério nuclear e o inicio de leilões de áreas da CPRM, para que empresas possam adquirir as mesmas e extraírem os minérios que existem nelas.

Perspectivas e iniciativas do governo para a Exploração Mineral

Principais pontos abordados pela iniciativa privada

Para as mineradoras, principalmente aquelas de grande porte, os principais assuntos abordados foram:

– Como se comunicar melhor com a sociedade sobre os benefícios da mineração:

Era unanime a fala que as mineradoras, principalmente devido aos últimos eventos ocorridos, precisam se comunicar melhor com a sociedade, ter uma relação mais transparente e principalmente informar o que ela está fazendo e quais os ganhos que a sociedade está obtendo com as suas atividades.

Este foi um dos principais gargalos citados, que precisa com urgência ser melhorado, para que a sociedade possa entender melhor a importância do setor mineral e para que as mineradoras consigam ter uma melhor relação com a sociedade.

– Como arrecadar financiamento para projetos minerais:

Foi um ponto bastante falado, principalmente para aquelas mineradoras consideradas de pequeno a médio porte, que para iniciarem projetos maiores precisam arrecadar dinheiro através de financiamento, durante este ponto, foram citadas as bolsas do Canadá, como uma ótima oportunidade, modelos de financiamento para a atividade mineral e também houve uma palestra dos cases da Nexa e da Sigma, que são empresas de mineração listadas nas bolsas do Canadá.

Mineração do Futuro

Foi falado bastante sobre quais as demandas futuras que a sociedade vai ter e como a mineração está relacionada com a mesma, nesse ponto, um grande fator que pode transformar o setor mineral é que existe uma grande tendência para a sociedade de uso de carros elétricos, por conta disso, o petróleo teoricamente vai ter uma diminuição em sua demanda e os minerais que são utilizados para a fabricação de carros elétricos, tanto na parte estrutural quanto para baterias terão sua demanda crescente.

Um dos grandes pontos é que a demanda de minerais é relativamente conhecida, mas não é dada como certa, devido a possibilidade de desenvolvimento de novas tecnologias, onde novos elementos químicos e novos minerais podem ser utilizados em detrimento dos usos convencionais que conhecemos hoje, portanto existem diversas previsões, que podem ser alteradas a partir do desenvolvimento de possíveis inovações para esse setor. 

A Exposibram e o Congresso de Mineração tiveram como principais pontos os desafios que o setor mineral tem hoje, as possíveis soluções para os mesmos e o que se esperar para o futuro da mineração.

Ainda existem muitos pontos que não estão claros de como o setor vai conseguir resolver ou melhorar certos processos, mas é certo que para a mineração do futuro, o setor precisa cooperar rumo a uma mineração sustentável, tecnológica e que saiba se comunicar com a sociedade.

Se quiser saber mais sobre mineração, geologia e outros assuntos, acompanhe nosso blog!

Conte conosco
na área de mineração.

CONTATO

Powered by Rock Convert

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.